Discussão por causa de som alto, dentro de um posto de combustíveis, teve consequências trágicas na manhã de ontem, em Colombo. A confusão, envolvendo dois grupos de rapazes, resultou em acidente de trânsito, tiroteio com a polícia; dois mortos; um ferido e um preso; além de quatro fugitivos (dois deles escaparam por manilhas de esgoto). Daniel Bandeira dos Santos foi vítima fatal do acidente e Willian Carlos Florindo, 26, morreu em confronto com a Polícia Militar.

De acordo com o tenente Nakamto, do 17.º Batalhão da Polícia Militar, a confusão começou no Posto América, na Estrada da Ribeira, próximo ao terminal de ônibus do Alto Maracanã. Depois da briga, os envolvidos saíram do local em dois automóveis, o Ka placa AIG-3657 (Campina Grande do Sul) e o Kadett placa JNC-3631 (Colombo).

Na Estrada da Ribeira, na altura do bairro Ana Terra, o condutor do Ka deu uma “fechada” no Kadett, cujo motorista perdeu o controle e o veículo capotou. Era Daniel quem estava ao volante do Kadett e como não usava cinto de segurança morreu na hora, com a cabeça prensada entre a porta e o meio-fio, onde o carro tombou.

Testemunha

Alessandro Peres, funcionário de uma empresa de segurança situada em frente de onde ocorreu o capotamento, testemunhou o fato, e pediu ajuda aos colegas, para socorrer as vítimas.

Quando se aproximaram, viram quatro rapazes que estavam no Kadett tentando, desesperados, tirar o veículo do local, mesmo com o condutor morto ao volante, mas o motor não funcionou e eles fugiram a pé.

Antes disso, outros dois rapazes que estavam no Ka saíram do automóvel para também fugir a pé. Mas um deles se arrependeu e voltou, momento em que foi baleado por um dos ocupantes do Kadett.

Os vigilantes chamaram o Siate, que levou o jovem, ferido com três tiros, ao Hospital Cajuru. O outro, que usava uma blusa marrom, tratou de desaparecer, tomando a direção do Jardim Ana Terra.

E ainda um terceiro rapaz foi encontrado dentro do Ka, fingindo que estava morto. Quando os vigilantes mexerem com ele, o garoto de 17 anos gemeu e saiu do automóvel por conta própria. Ele foi apreendido pela PM, para prestar esclarecimentos da confusão.

Confronto

Dos quatro ocupantes do Kadett, um fugiu sentido bairro Santa Terezinha e não foi localizado. Os outros contornaram uma igreja próxima e correram em sentido ao terminal do Guaraituba, atravessando um matagal, que já estava cercado pela Polícia Militar. Houve confronto com os PMs. Willian foi atingido e morreu dentro do Rio Palmital. Com ele a polícia encontrou um revólver calibre 38.

Os outros dois trataram de entrar nas manilhas de esgoto. Policiais da Rondas Ostensivas de Naturezas Especiais (Rone), tentaram vigiar todas as saídas da galeria, soltando inclusive bombas de efeito moral, na tentativa de fazê-los sair. Chegaram a entrar nas galerias, mas as saídas eram muitas e os dois conseguiram escapar.