Fora de controle, após discutir com a esposa, o cobrador de ônibus Claudinei Nascimento Nogueira, 26 anos, pegou a filha de 10 meses como refém e ameaçou mata-la com uma faca e depois se matar. O caso aconteceu por volta do meio-dia desta sexta-feira (31) na Rua João Enéas Ramos de Sá, na Vila Santa Rita, no Tatuquara.

A Guarda Municipal foi a primeira a atender a ocorrência e por volta das 13 horas o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da Polícia Militar foi acionado e a negociação prosseguiu.

Depois de mais de 1h20 de negociação, o homem foi convencido pelos policiais a soltar a criança e se render. Ainda transtornado, Claudinei foi encaminhado ao Hospital do Trabalhador para ser medicado.

Depois de deixar o hospital, ele será encaminhado para o Ciac-Sul, onde será autuado por cárcere privado e outros delitos que o delegado entender que ele tenha cometido.