O calor que faz em Curitiba e Litoral do Estado está sendo de tirar o sono de muita gente — literalmente falando. De acordo com o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), a madrugada desta terça-feira (29) foi uma das mais quentes dos últimos tempos. Nas praias, as mínimas registradas antes mesmo de o sol nascer giraram em torno dos 25º C e por muito pouco não atingiram a marca histórica alcançada no começo do ano.

A meteorologista Ana Beatriz Porto da Silva, do Simepar, conta que em Paranaguá, no Litoral, os termômetros chegaram a 26,1º C na maior parte da madrugada — uma temperatura bastante elevada para o horário. E no restante do Litoral, a noite foi igualmente abafada, com 26º C em Guaratuba e 25º C em Matinhos em Pontal, por volta as 2h da manhã.

Já em Curitiba, o calor foi um pouco mais ameno de noite — mas nem por isso fácil de lidar. Na capital, a temperatura durante a madrugada ficou em torno dos 20º C.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

A explicação para tanto calor, segundo a meteorologista, é justamente a massa de ar muito quente que predomina em toda a região. “As últimas madrugadas já tinham sido quentes e tivemos uma série de fatores que ajudaram na manutenção do aquecimento”, explica Ana Beatriz. “A chuva que ajuda a refrescar não veio na segunda-feira e os ventos foram muito fracos ao anoitecer. Além disso, também tivemos ventos vindos de áreas mais ao norte que trouxeram um ar mais quente para cá”, conclui a meteorologista.

E para quem ainda tinha esperanças de ter pelo menos uma boa noite de sono nesta noite de terça para quarta-feira, talvez seja melhor colocar aquele ventilador do lado da cama, já que a previsão é que as madrugadas permaneçam abafadas ao longo da semana. De acordo com Ana Beatriz, devemos ter mais uma uma noite quente. “A mudança maior deve vir somente no fim de semana. Em Curitiba, as temperaturas ficam mais amenas só no domingo”.

+Leia também: Macaco que vivia há 30 anos em casa no Portão é apreendido pela polícia

Madrugada mais quente

Apesar da madrugada desta terça-feira ter sido muito abafada, ela ainda não superou a noite do dia 3 de janeiro, quando os termômetros chegaram a 26,8º C em Pontal do Paraná. Na mesma ocasião, Curitiba chegou a 21,6º C a temperatura noturna mais alta dos últimos 20 anos, desde quando o Simepar começou a fazer as medições.

Bicicleta de uso compartilhado vai parar dentro de rio, em ação de vandalismo