A Câmara Municipal de Curitiba aprovou nesta segunda-feira (11) regime de urgência para tramitação de três projetos de lei enviadas pelo prefeito Rafael Greca (DEM) que atingem diretamente o funcionalismo municipal. Com isso, os textos seguem direto para discussão em plenário, sem necessidade de parecer das comissões.

+ Leia ainda: Menina sequestrada é encontrada dormindo em praça. Família agradece ajuda!

Além da proposta de reajuste de 3,5%, estão no pacote um projeto que mantém suspensas até 31 de dezembro de 2021 promoções e implantação de novos planos de carreira; e uma proposta que reduz o número de servidores liberados para trabalhar em sindicatos.

As votações estão previstas para a próxima segunda-feira (18) e devem ser acompanhadas de perto pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba (Sismuc), que programa um protesto contra as medidas. Em 2017, a aprovação de medidas propostas por Greca que contrariavam interesses de servidores gerou confronto entre manifestantes e a polícia.

Abelhas invadem semáforo e assustam quem passa pelo Centro de Curitiba