Na semana passada, um vídeo divulgado no Instagram da Câmara Municipal de Curitiba chamou atenção. Pegando carona no estilo Tik Tok — recente rede social para postagem de vídeos curtos, a comunicação da casa postou um vídeo onde aparecem duas jovens dançando o hit do Tik Tok “E ela tá movimentando”. O intuito do vídeo é de chamar a atenção e reforçar a dinâmica diária da Câmara, para que o público participe de mais audiências com temas relevantes para a comunidade.

Nos comentários, os seguidores aprovaram a “nova linguagem”, moderninha. “Parabéns a equipe, já trabalhei na Câmara e sei o quanto é difícil as pessoas pararem para ver as notícias e as informações sérias. Adorei e continuem”, escreveu um internauta em um dos comentários pelo Instagram.

LEIA TAMBÉM:

>> Paraná publica nesta segunda-feira decreto novo e mais restrito contra a pandemia de covid-19

>> Aglomerações e falta de máscara geram mais de R$ 821 mil em multas em Curitiba no fim de semana

Atualmente, a atuação na comunicação da Câmara Municipal de Curitiba está mais próxima da população com a transmissão ao vivo na íntegra das sessões pelo YouTube, Facebook e Twitter. Publicações mostram os projetos de lei, quais vereadores participam das comissões, o orçamento que vai ser utilizado na cidade, agenda da semana e ainda auxilia na informação no calendário de vacinação contra a covid-19.

Filipi Oliveira, diretor de comunicação da Câmara Municipal de Curitiba e colunista da Tribuna do Paraná, a ideia é aumentar o diálogo popular aliando o uso prático e ativo das mídias sociais. “Hoje, as mídias sociais são ferramentas práticas e efetivas de comunicação com a população. A atuação da CMC no ambiente digital garante a transparência, a liberdade de expressão, a cidadania e a democracia, com regras e limites estabelecidos pela Constituição Federal e pelo Marco Civil da Internet. Divulgamos conteúdo institucional e informativo, com incentivo ao diálogo e a participação popular, disseminando conceitos de educação e conscientização políticas para a sociedade”, disse Oliveira.

Naturalmente, tem gente que pode não curtir ou compartilhar as postagens. Apesar disso, de acordo com o diretor de Comunicação da Câmara Municipal, a repercussão dos posts tem causado uma aceitação do público que está entendendo a forma diante de uma estratégia virtual. “Na análise de dados e das estatísticas, percebemos que a repercussão de posts com linguagem menos sisuda tem mais repercussão no Instagram, maior engajamento e, por tanto, uma aceitação maior. O objetivo é aproximar o Poder Legislativo da população, fazendo com que as pessoas participem da vida política da cidade”, salientou Filipi.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Câmara Municipal de Curitiba (@camaradecuritiba)

Próximas campanhas

As campanhas de aproximação do público com a Câmara Municipal de Curitiba devem seguir ativa nas redes sociais. “Estamos em constante evolução e, consequentemente, em permanente avaliação das estratégias adotadas. Ressalto o trabalho de todo o time de Comunicação, com o objetivo de fazer com que as pessoas participem do dia a dia da Câmara Municipal e, assim, acompanhem o trabalho dos vereadores pelas nossas mídias sociais”, completou o diretor.

O Tribunal Regional Eleitoral é outra instituição que abraçou as redes sociais para divulgar o trabalho. Pelo Tik Tok, aplicativo de mídia para criar e compartilhar vídeos curtos, os resultados são impressionantes. Foram mais de 1 milhão de visualizações com 20 mil seguidores.