Com o cancelamento em cima da hora do concurso da Polícia Civil do Paraná (PCPR), nesta madrugada do domingo (21), os candidatos de outros estados que viajaram de longe para fazer as provas ficaram indignados. Os ânimos se inflamaram ainda mais quando a PCPR postou uma nota nas redes sociais dizendo que foi pega de surpresa pela decisão da banca organizadora do concurso. A decisão, segundo a postagem, teria sido tomada de forma unilateral pelo Núcleo de Concursos da UFPR (NC-UFPR). A decisão de cancelar o concurso foi divulgada por volta das 5h42.

LEIA MAIS – Inscritos no concurso da Polícia Civil do Paraná reclamam do atraso no ensalamento

No fim da manhã deste domingo, um grupo de candidatos que faria a prova se reuniu em frente à sede do Núcleo de Concursos da UFPR, que fica no bairro Cabral, em Curitiba, para protestar contra a decisão, que segundo eles, gerou muito prejuízo e decepção.

Veja o protesto de candidatos em frente ao Núcleo de Concursos da UFPR

De Campo Grande para Curitiba

A policial civil Vanuza Carieli Gonçalez Rodrigues Rezende, 31 anos, veio de Campo Grande (MS) para tentar a vaga de delegada. Ela dividiu a viagem de carro para Curitiba com outros candidatos e ficou hospedada em Ponta Grossa, nos Campos Gerais. “Fiquei sabendo do cancelamento já saindo de Ponta Grossa para ir até Curitiba. Pretendo entrar na justiça pela falta de respeito com os candidatos e pelo ressarcimento dos nossos custos”, reclama a Vanuza Carieli. 

LEIA TAMBÉMConcurso da Polícia Civil reúne 106 mil pessoas pra Curitiba: prefeitura alerta pro risco de aglomerações

Ainda de acordo com ela, o prejuízo só não foi maior porque ela decidiu vir de carro e não de avião. “Pelo jeito que estava, até com o ensalamento sendo publicado no sábado só perto das 5h, pensei que era melhor vir de carro para dar meia volta se algo ocorresse. E ocorreu o pior, só que já estava em Ponta Grossa. Os outros colegas candidatos que conheço também pretendem entrar na justiça”.

Revolta nas redes sociais

Na postagem das redes sociais da PCPR também tem muita reclamação nos comentários. “Nunca vi tanto absurdo numa prova só. Certeza que não se reuniram e decidiram isso as 5 da manhã, já sabiam.. Estavam esperando o que pra comunicar? Terem certeza que todos os palhaços já estavam em Curitiba? Só pode ser isso”, escreveu a internauta @kelly_liiz.

“Vim do interior do Pernambuco, gastei horrores,para no fim fazerem isso conosco. Muita falta de respeito!!”, reclamou o @victoriaandradec.

“Da próxima contratem uma banca competente, alguém tem q pagar esse prejuízo …”” disse o internauta @ivanbispo91.

Até por volta das 9h45, a postagem da PCPR tinha cerca de 1.144 comentários.