Um cavalo morto no acostamento do Contorno Norte (PR-418), em Curitiba, deixa motoristas preocupados nas proximidades do acesso do viaduto da Avenida Manoel Ribas, no Butiatuvinha. Segundo moradores da região, o animal está no local desde o sábado (15), e, além do mal-estar e distração ao vê-lo, o risco de acidente se torna alto no trecho que vai do viaduto até a Rua Orlando Peruci.

O acostamento por ali é estreito. A retirada está prevista com o prazo de até a manhã desta terça-feira (18) e será feita pela prefeitura de Curitiba.

+ Maio Amar Elo: Eu, tu eles. A responsabilidade no trânsito é dos motoristas e também dos pedestres

Segundo a assessoria da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), responsável pela fiscalização rodoviária no Contorno Norte, em ocasiões como essa, normalmente é o próprio dono do animal o responsável pela sua retirada. Porém, a assessoria destaca que, muitas vezes, os acidentes ocorrem quando esse tipo de animal foge. O dono nem chega a saber que o animal morreu, informou a PRE.

De acordo com a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA), nesses casos, a responsabilidade de retirada é do município. Na situação do cavalo, a SMMA informou que recebeu um pedido de retirada pela Central 156 e que a programação já foi feita, com o prazo que vai até a manhã de terça-feira.

Carcaça foi arrastada para o acostamento da PR 481, Contorno Norte. Foto: Colaboração / Átila Alberti