Uma fiscalização da Vigilância Sanitária de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), terminou com o descarte de 340 quilos de carne nesta terça-feira (2). A medida foi necessária após a equipe constatar que alguns produtos não tinham o devido registro de origem e de inspeção e outros estavam com a validade vencida. O açougue no qual foi constatada a irregularidade, localizado na região do Campina da Barra, responderá a um processo que pode resultar de advertência à cassação da licença sanitária.

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre nossa regiãofutebolentretenimento horóscopo, além de blogs exclusivos e os Caçadores de Notícias, com histórias emocionantes e grandes reportagens. Vem com a gente!

Ao todo, foram considerados fora das normas da Vigilância, 24 quilos de carne suína, 8 quilos de linguiça, 6 quilos de carne de frango e 305 quilos de carne bovina, todos sem procedência comprovada. Além disso, a equipe encontrou 12 pacotes de coração de frango com prazo de validade vencido. De acordo com informações da prefeitura do município, o laudo pericial também apontou a existência de produtos com mau cheiro, escurecidos, sem identificação e vencidos.

A prefeitura reforça que as regras sanitárias são iguais para todos os estabelecimentos da cidade, independente de qual bairro estão localizados. No caso desse açougue em particular, “as medidas de Saúde foram tomadas e não há porque se preocupar, já que as carnes em questão foram descartadas”. No entanto, o ocorrido serve de alerta para que o consumidor esteja atento ao comprar carne, independente do bairro onde mora ou do ponto do estabelecimento.

+Leia também: Recarga do cartão-transporte poderá ser feita por aplicativos com pagamento online

Denúncias

Os consumidores podem ajudar a combater irregularidades que ameaçam a saúde denunciando à Vigilância situações suspeitas, como alterações no produto (cor, cheiro) e problemas de limpeza do estabelecimento. As denúncias devem ser encaminhadas via Ouvidoria da Saúde. Os telefones são 0800-643-7744 ou 3614-7723. Há também o e-mail: ouvidoriadasaude@araucaria.pr.gov.br.

Motorista de aplicativo ganha mais dinheiro após iniciativa de curitibanos