Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro foram às ruas nesta sexta-feira (1°), Feriado do Dia do Trabalho, para demonstrarem seu apoio ao governante. Envolvido em uma série de polêmicas e encruzilhadas no seu mandato nas últimas semanas, entre elas a demissão do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta e o pedido de demissão do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro.

+ Leia mais: Lula, FHC, Ciro e outros políticos dividem palanque virtual em 1º de Maio das centrais sindicais

O buzinaço da caravana que acompanhou um carro de som, que ostentava faixas como “Foda-se o STF”, enquanto manifestantes falavam ao microfone palavras em defesa da indicação de Bolsonaro ao nome de Alexandre Ramagem para comandar a Polícia Federal no lugar de Maurício Valeixo, que saiu junto com Moro. O Supremo Tribunal Federal (STF), por intermédio de uma decisão do ministro Alexandre de Moares, vetou a indicação.

Participaram do protesto cerca de 200 a 250 veículos. A caravana seguiu pelo Centro da cidade em direção ao quartel do Boqueirão.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?