Um carro encontrado totalmente queimado na tarde deste domingo (13), no bairro Alto Boqueirão, em Curitiba, pode ser de um motorista de Uber que desapareceu na noite deste sábado (12). O veículo, um Nissan Livina, foi localizado na Rua Expedicionário Francisco Pereira dos Santos, na altura do número 2023.

O desaparecimento do motorista foi publicado pela família dele no Facebook, horas antes do carro ser achado. Segundo a publicação, Valmir Nichel teria sumido por volta das 20h deste sábado (12), tendo visualizado o Whatsapp pela última vez às 22h.

Em tom desesperado, a filha do motorista pede ajuda de amigos para tentar descobrir o que aconteceu.  “Gente, me ajudem por favor!!! Meu pai está desaparecido desde ontem às 20h. Última vez que visualizou o whats, 22h… ele é do Uber, carro Livina preto, placa AUG-1918. Nome Valmir Nichel. Obrigada!” (sic).

A Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência mas não confirmou a propriedade do automóvel, cujas placas batem com as divulgadas pela família de Valmir.

Nenhum corpo foi encontrado no local e a família não respondeu às tentativas de contato da reportagem.

Problema crônico

Os casos vêm se tornando rotina em Curitiba, que é a capital que mais registra crimes contra a vida de motoristas de apps. De acordo com a Associação Brasileira dos Motoristas Autônomos por Aplicativo (Abmap), foram três casos de assassinatos apenas em 2018, número igual aos registrados em conjunto por duas das capitais mais violentas do Brasil, Rio de Janeiro e São Paulo.

Inimigo a bordo