A campanha Papai Noel dos Correios, que promove a adoção de cartinhas de crianças carentes, já está disponível. Para este ano, em sua 32ª edição, a ação vai contar com um modelo híbrido em que o processo poderá ser feito pela internet ou presencialmente. Até esta quinta-feira (18), mais de 82 mil cartas já haviam sido recebidas em todo o país.

Em Curitiba, os padrinhos podem escolher suas cartinhas pessoalmente na casa do Papai Noel – que, neste ano, está em novo endereço: o Prédio Histórico dos Correios, localizado na Rua XV de Novembro, 700, no Centro – e também virtualmente no blog da campanha, até 10 de dezembro. Para entregar os presentes, é só ir a qualquer agência dos Correios na Capital, até 17 dezembro.

LEIA TAMBÉM:

>> Natal de Curitiba é aberto por Greca; Serão 53 dias com circuitos natalinos, feiras e até voos de balão

>> Voo de balão e mais atrações de Natal de Curitiba têm agendamento liberado nesta sexta-feira. Saiba como!

>> Decoração de Natal em shoppings de Curitiba tem apostas pra cativar clientes: mega árvores, iluminação, até Mickey

Já as cartinhas poderão ser enviadas até o dia 10 nas agências e até o dia 17 pela internet. O envio e a adoção também podem ser realizados pessoalmente nas agências participantes e nas casas do Papai Noel montadas pelo país, e também no site da campanha.

“No ano passado, a campanha teve que ser inteiramente digital, por causa da pandemia. Entretanto, com a vida retornando aos poucos à normalidade, mas ainda necessitando de cuidados, a campanha agora tem formato híbrido”, diz Floriano Peixoto, presidente dos Correios.

Segundo ele, as cartas passam por um processo de seleção e depois são disponibilizadas na internet e nos pontos de adoção.

As cartinhas são manuscritas por alunos matriculados em escolas públicas, até o 5º ano, e por crianças em situação de vulnerabilidade social, com até 10 anos de idade.

“É importante enviar uma imagem nítida [no caso das cartas enviadas pela internet] para que a mensagem possa ser lida e compreendida pelo Papai Noel”, afirma os Correios.

Em nota à reportagem, a empresa afirmou que os pedidos são variados, desde roupas, bolas, bonecas, até produtos eletrônicos.

“Embora a campanha não disponibilize para adoção cartas pedindo alimentos, material de construção, remédios, entre outros objetos que fogem dos padrões entregues pela empresa, às vezes, chegam esses pedidos até nós”, diz trecho da nota.

“Em outras edições, já recebemos pedidos para conhecer o Papai Noel, de planta carnívora, cama, cadeira de rodas, emprego e alianças para um casal de idosos que queriam oficializar a união de vários anos sem ter tido o anel de casamento”, afirma.

Datas, locais e horários de atendimento dos pontos de adoção e de entrega dos presentes, e demais informações estão disponíveis no site exclusivo da ação.

A campanha nasceu pela iniciativa de alguns empregados da estatal que, durante a rotina de trabalho, recebiam cartinhas escritas por crianças destinadas ao Papai Noel, mas sem endereço.

Sensibilizados, alguns deles resolveram adotar as cartinhas e enviar os primeiros presentes. Com o passar do tempo, a ação foi ganhando proporção na empresa e acabou se transformando em um projeto corporativo dos Correios.

A iniciativa visa incentivar a escrita por meio das cartinhas, e, sempre que possível, atender aos pedidos de presentes daquelas que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

Cartinhas de Natal dos Correios

A 32ª edição conta com modelo híbrido, ou seja, físico e online. Em todo o país, mais de 82 mil cartas já foram recebidas.

Envio e adoção

Pessoalmente nas agências participantes e nas casas do Papai Noel montadas pelos Correios. Online pelo blog da campanha no site www.blognoel.correios.com.br

Quem pode enviar

Alunos matriculados em escolas públicas até o 5º ano

Crianças em situação de vulnerabilidade social, com até 10 anos de idade

As cartas que atenderem aos critérios estabelecidos pela ação são disponibilizadas para adoção no site da campanha

Como enviar

Online

As cartinhas devem ser manuscritas e depois fotografadas ou digitalizadas para envio

1 – Acesse o site

2 – Clique em “Envio de cartas” e depois “Cadastrar carta”

3 – Preencha seus dados

4 – Anexe o arquivo com a cartinha e envie

Presencial

As crianças podem deixar as cartinhas nas agências dos Correios. Locais e horários estão no site.

Como adotar

Online

1 – Acesse o site da campanha

2 – Clique em “Adoção On-line”

3 – Será necessário escolher a localidade para visualizar as cartinhas disponíveis em cada cidade ou município

4 – Escolha a cartinha que quer adotar

5 – Siga o passo a passo

Presencial

Basta se dirigir a uma unidade participante da ação e os funcionários irão instruir os procedimentos necessários.

Entrega do presente

Deve ser feita presencialmente no ponto de entrega mais próximo da localidade indicada no site

1 – Prepare o presente: embrulhe e cole a etiqueta com o código da cartinha

2 – Entregue o presente em uma agência dos Correios

Prazos

Para enviar a cartinha

Até 10/12 nas agências e 17/12 no site

Para adotar a cartinha

Até 17/12

Para entregar os presentes nos Correios

17/12

Datas, locais e horários de atendimento dos pontos de adoção e mais informações estão disponíveis na internet.

Fonte: Correios

Pantanal

Tibério proíbe Muda de falar com Alcides

Além da Ilusão

Úrsula rouba o bebê de Heloísa

Novidades

Comédia com Paulo Gustavo e mais filmes e séries chegam nesta semana na Netflix, confira!

Carreira

Ganhadora do prêmio de pior atriz a vida rodeada de polêmicas, quem é Anne Heche?