Fogo destruiu por completo a casa de uma catadora de material reciclável por volta das 7h desta terça-feira (09), na Rua Julião Guião Queirolo, Novo Mundo. Lurdes do Rocio de Lima, 56 anos, saiu ilesa e, ao ver a casa em chamas, teve apenas tempo para resgatar os três cachorros. De acordo com os bombeiros, a mulher abrigava bastante material inflamável na casa, o que gerou fumaça tóxica. A casa, de aproximadamente 130 metros quadrados, ficou completamente destruída, mas ninguém ficou ferido.

A mulher contou que dormia quando as chamas começaram. “Acordei e vi um gato no poste. Ele mexeu na fiação e, minutos depois, o fogo começou”, disse Lurdes, que suspeitava de curto-circuito na fiação da residência, como causa do incêndio. Ela negou que os objetos acumulados na casa poderiam ter colaborado para o início das chamas.

Acumulação

Um vizinho, que não quis se identificar, contou à reportagem da Tribuna que esta foi a segunda vez que a casa pegou fogo. “Não podemos dizer o que causou o incêndio, porque a casa dela era uma verdadeira bagunça. Tinha de tudo lá dentro e ela não aceitava sequer a visita dos agentes da dengue da prefeitura”, disse o rapaz. Lurdes afirmou que trabalhava como catadora de papelão, mas que, nos últimos dias, estava finalizando o trabalho. “Tudo que estava na minha casa ia ser retirado aos poucos, mas não deu tempo”, se defendeu.

Na casa, os bombeiros encontraram muito papelão e inúmeras latas de tintas, entre outros objetos recicláveis. Quatro caminhões e uma carreta foram usados no combate ao fogo. “Quando chegamos, o fogo já havia destruído totalmente a casa e a nossa preocupação inicial era com duas casas próximas, uma delas dentro do terreno, que poderiam ser atingidas pelas chamas”, explicou a tenente Beckert.

Fumaça

A extensa quantidade e variedade de materiais guardados no local gerou fumaça tóxica. “Tudo que havia no local foi queimado. Por haver tintas, a fumaça preocupava bastante. Por isso, a orientação dada aos vizinhos era de evitar ao máximo inalar a fumaça”, disse a tenente. Alguns moradores saíram de casa e outros ficaram com as portas fechadas.

O fogo foi totalmente contido por volta das 11h. Foram utilizados aproximadamente 70 mil litros de água. O material que estava na residência foi recolhido pela prefeitura.

Paraná Online no Google Plus

Paraná Online no Facebook