Um morador da Colônia Antônio Prado, em Colombo, caminhava rumo ao trabalho, no início da manhã de ontem, quando se deparou com um casal morto às margens da Rua Antônio Prado.

O homem foi até a Companhia da Polícia Militar e, por volta de 7h15, os soldados Matos e Valdir, localizaram as vítimas, assassinadas com tiros na cabeça. O casal aparentava ter entre 25 e 35 anos e até o início da noite estava sem identificação.

Pela posição dos corpos, os dois de bruços e a mulher sobre o homem, o soldado Valdir, da PM, acreditava se tratar de execução. “Parece que eles foram trazidos com vida até o local “, supôs.

O local onde os corpos foram achados fica a cerca de 800 metros de Almirante Tamandaré. “Os assassinos podem ter vindo de lá e não de Colombo”, disse o PM.

Chácaras

Enquanto a equipe aguardava a chegada da perícia do Instituto de Criminalística e do Instituto Médico-Legal (IML) para recolher os corpos, alguns colonos passaram pela região, porém não reconheceram as vítimas.

“Aqui costumavam desovar carro. Nunca vi gente morta aqui”, disse Sebastião Rodrigues, que mora numa chácara da região. Segundo ele, a casa mais próxima do local fica a cerca de mil metros.

A jovem vestia um moletom branco com capuz, blusa marrom e outra branca por baixo, calça jeans com detalhes no bolso, meias pretas e sandálias Crocs brancos. O homem usava uma camisa xadrez, calça jeans e calçava tênis marrom com meias brancas.