A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) registrou, nesta terça-feira (11), 1.787 novos casos de covid-19 e dois novos óbitos, nas últimas 48 horas, causado pelo novo coronavírus. 

Com a atualização dos números da pandemia em Curitiba, o índice de transmissão da doença, chamado Rt, está em 1,81 – significa que cada 100 pessoas estão transmitindo a doença para outras 181. Este alto índice de transmissão é um dos maiores já registrados desde o início da pandemia, em março de 2020. O número só não é maior que o recorde registrado em 20 de março de 2020, quando o Rt chegou a ficar em 2,25.

LEIA TAMBÉM:

>> Prefeito de Guaratuba decreta calamidade pública por problemas no Ferry Boat, “não dá mais”

>> Cadê a grana? Fiscais do concurso da Polícia Civil do Paraná continuam sem pagamento

Com os novos casos confirmados, 309.871 moradores de Curitiba testaram positivo para a covid-19 desde o início da pandemia, dos quais 294.040 estão liberados do isolamento e sem sintomas da doença.

São 8.007 casos ativos na cidade, correspondentes ao número de pessoas com potencial de transmissão do vírus.

Novas mortes

As novas vítimas são uma mulher e um homem com idades entre 53 e 85 anos.
Ao todo, Curitiba contabilizou 7.824 mortes na cidade provocadas pela doença neste período de pandemia.

Leitos do SUS

Nesta terça-feira (11), a taxa de ocupação dos 65 leitos de UTI SUS exclusivos para covid-19 está em 57%. Restam 28 leitos livres.

A taxa de ocupação dos 161 leitos de enfermarias SUS covid-19/SRAG está em 74%. Há 42 leitos vagos.

A SMS esclarece que os dados da ocupação de leitos em Curitiba são dinâmicos, com alterações ao longo do dia.

Números da covid-19 em 11 de janeiro

1.787 novos casos confirmados
2 novos óbitos nas últimas 48h

Números totais

Confirmados – 309.871
Casos ativos – 8.007
Recuperados – 294.040
Óbitos – 7.824

Web Stories

Novidades!

Filmes e séries que chegam à Netflix nesta semana

Um Lugar ao Sol

Breno desiste de fazer campanha de Cecília

Malhação Sonhos

Gael desconfia de Nat e Duca

Inovação

Startups de Curitiba que estão mudando o mercado brasileiro