Nesta tarde de terça-feira (24), o céu nebuloso de Curitiba trouxe algumas dúvidas: será que é nuvem de chuva ou fumaça de queimadas? “É uma mistura das duas coisas”, confirma o meterologista Fernando Mendes, do Simepar. Segundo ele, há um fluxo de fumaça vindo do Norte, do Mato Grosso, resultado das queimadas da região. “Tem também um aumento da umidade, que chegou a formar algumas nuvens de chuva, fazendo com que o céu de Curitiba ficasse assim, mais nebuloso”, explica o especialista.

A fumaça é composta por partículas de carbono, que ficam inertes no ar. Elas ajudam na aglutinação da umidade, colaborando com a formação de nuvens de chuva. “As partículas contribuíram para o aparecimento de chuva, como aconteceu na região lá de Foz do Iguaçu hoje”, revela Mendes.

LEIA TAMBÉM:

>> Altas temperaturas nesta terça-feira atingem marca histórica no Paraná

>> Polícia Federal do Paraná usa um dos carros mais caros do mundo como viatura

Frente fria chegando

Para os próximos dias, a previsão é de chuva. O calor deve dar trégua e uma frente fria vai trazer chuva volumosa na sexta-feira (27), podendo chover o equivalente a 20 mm em Curitiba.

As temperaturas despencam na capital e a máxima deve chegar aos 15ºC na sexta e 14ºC no sábado (28).

Web Stories

Pega Pega

Treta! Nelito dá um soco em Julio por causa de Cíntia

Você sabia?

Cinco curiosidades sobre Curitiba que nem o curitibano raiz sabe!

Gigante!!

Nova Havan será quatro vezes maior que a loja que será abandonada em Curitiba

Lindas!

Cinco árvores exóticas e raras de Curitiba