O chefe de uma facção criminosa que estava foragido há quase um ano foi recapturado pela Polícia Militar (PM) em Curitiba na segunda-feira (12), dentro de um restaurante de luxo. Valacir de Alencar, 39 anos, é condenado a 76 anos de prisão por tráfico de drogas, homicídio e porte ilegal de arma. Com ele, a PM encontrou uma arma, 37 munições e documentos falsos. O homem também usava uma peruca no restaurante.

LEIA TAMBÉM – Veja todas as mudanças no Código Brasileiro de Trânsito que já estão em vigor!

Segundo a polícia, o condenado estava foragido desde o dia 17 de abril do ano passado, quando a Justiça deu a ele o direito à prisão domiciliar por ser hipertenso e, por isso, pertencer ao grupo de risco do coronavírus. Ele estava preso em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba (RMC). Cerca de cinco horas após colocar a tornozeleira eletrônica para deixar o presídio, Valacir rompeu o lacre do aparelho e foi considerado foragido desde então.

A polícia também afirmou que, atualmente, Alencar estava agindo em Campo Largo (RMC), onde diversos homicídios estariam ocorrendo pela ação dele.

VIU ESSA? PM do Paraná faz refém no aeroporto de Guarulhos, diz que tem uma bomba e é detido pela PF

Esta não foi a primeira vez que o condenado esteve foragido. Em julho de 2019, ele havia fugido da prisão para ser recapturado cerca de dois meses depois, após flagrante por uso de documento falso.