O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, na região norte do Paraná, proibiu a realização de churrascos e festas de aniversário. A medida polêmica entrou em vigor nesta quinta-feira (3) e segue até o dia 13 de junho. O objetivo é evitar aglomerações para que o coronavírus venha a se propagar pelos municípios.

LEIA TAMBÉM:

>> Tradicional churrascaria de Curitiba fecha por quatro meses e culpa prefeitura

>> Festa clandestina com 80 pessoas em Colombo termina com 11 na delegacia

O decreto municipal foi divulgado na noite de quarta-feira (2), informando que churrascos, festas e comemorações em espaços de uso comum ou coletivo de condomínios, prédios, clubes, chácaras, associações estão proibidos. De acordo com o documento, ficam proibidos também encontros familiares com mais de 10 pessoas ainda que em unidades privadas.

O descumprimento das medidas estabelecidas no decreto vai acarretar a responsabilização civil, administrativa e penal dos infratores com multa de R$ 10 mil ao organizador e ao estabelecimento (chácara, prédio ou condomínio onde ocorrem as festas, churrasco ou comemorações).Em caso de reincidência, a multa será cobrada em dobro, segundo o decreto.

“Nós estamos vivendo o pior momento da pandemia em Londrina, então nós precisamos da colaboração de todos. Esse momento é muito delicado, precisamos que cada um se proteja e cuide da sua própria vida, da sua própria saúde, e de quem a gente ama”, disse o prefeito Marcelo Belinati.