Uma forte chuva na noite desta quarta-feira (05) deixou casas embaixo de água na região do Litoral e provocou desabamentos em Curitiba. De acordo com informações do Instituto Tecnológico Simepar, Matinhos e Guaratuba acumularam mais de 100 mm de chuva nesta quarta. Paranaguá registrou 54 mm e Curitiba, até às 22 horas, cerca de 20 mm. Veja aqui o balanço mais recente da chuva em Curitiba.

+Veja mais! Muro gigante tomba com a chuva e bloqueia importante rua de Curitiba. Vídeo!

Em virtude do grande acumulado de chuva no Litoral, o Corpo de Bombeiros da região registrou diversos chamados em muitos municípios nesta noite. Em nota enviada por volta das 21 horas, o Corpo de Bombeiros disse que não havia um levantamento específico porque várias equipes estavam atuando nas ruas. “Entendemos ser importante informação, mas agradecemos desde já a compreensão, tendo em vista nosso foco principal ser o atendimento às pessoas que estão necessitadas neste momento”, disse em nota.

LEIA TAMBÉM:

>> Abelhas atacam 18 banhistas em Matinhos, no litoral do Paraná

>> Surto repentino de casos de vômito e diarreia chama a atenção em Guaratuba

Vídeos de moradores do Litoral mostram grandes alagamentos na região central de Guaratuba, Matinhos e Caiobá. A água atingiu casas, prédios e chegou a cobrir parte dos carros que estavam estacionados nas ruas.

Foto mostra o túnel do terminal do Cabral, em Curitiba, completamente alagado após o temporal.
Foto mostra o túnel do terminal do Cabral, em Curitiba, completamente alagado após o temporal. Foto: Reprodução.

Chuva forte atinge Curitiba

Em Curitiba, as fortes chuvas formaram pontos de alagamento e culminaram em três situações de desabamento, conforme boletim da Defesa Civil de Curitiba enviado às 23 horas desta quarta-feira (05).

Equipes da Defesa Civil, da Arborização (Meio Ambiente), da Guarda Municipal, da Superintendência de Trânsito (Setran) e da Coordenadoria de Segurança de Edificações e Imóveis (Cosedi) trabalham em atendimento às ocorrências.

Entre os locais com alagamentos, os registros aconteceram na região da Praça Osório (Rua Visconde de Nacar e Avenida Vicente Machado), da Rodoferroviária (ala estadual) e nas proximidades da trincheira da Rua General Mário Tourinho. Também houve registro de alagamentos nas ruas Adinar dos Santos Ribeiro (Fazendinha), José João Ferreira de Lima e Fausto Scorsim (CIC), Dionísio Ribeiro Baptista (Novo Mundo) e Guilherme Ihlenfeldt (Bacacheri).

Desabamentos

No Bigorrilho, a parede do subsolo de um prédio residencial desabou. No Santa Cândida, houve desabamento do muro de um condomínio. Equipe da Cosedi foi deslocada para avaliação emergencial da estrutura nos dois casos. Ainda, no bairro Batel, foi registrada a queda de parte do telhado de um restaurante.

Quedas de árvore e fornecimento de lona

Pela Central 156 de Atendimento ao Cidadão houve registro de 10 solicitações de quedas de árvore e galhos grandes em via pública. Em Santa Felicidade, a Guarda Municipal forneceu lona emergencial para uma residência. Não há registro de pessoas que precisaram deixar suas casas (desabrigadas ou desalojadas).

Curitiba teve rajadas de vento de 29,9 km/h registradas pelo Simepar e precipitação acumulada de 74,4 mm registrados na estação pluviométrica do Cemadem (Vista Alegre).

A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil de Curitiba continua monitorando as situações para eventual intervenção e acionamento dos órgãos competentes.

Central 156

O cidadão que precisar comunicar a Prefeitura sobre estragos provocados pelo vendaval deve utilizar o telefone 156 da Central de Atendimento ao Cidadão, pelo site (www.central156.org.br) ou pelo aplicativo do serviço. O atendimento é feito por ordem de chamada e também de acordo com a gravidade da situação relatada.

A Defesa Civil registra as ocorrências que chegam ao município pelo telefone de emergência 199 (alagamentos) e, também, pelo 156 (Central de Atendimento ao Cidadão, que registra as solicitações para retiradas de árvore) e pelo 153 (Centro de Operações da Guarda Municipal – fornecimento de lona).

Outras situações decorrentes de chuvas ou temporais podem ser atendidas pelo Corpo de Bombeiros (193 – resgate) e pela Copel (falta de luz).

Foto: reprodução / vídeo.
Pantanal

Juma atira nos pés de Jove

Loterias

Veja o resultado das loterias desta terça-feira!

Inverno Chegou

Veja como será o primeiro dia de inverno em Curitiba

Além da Ilusão

Lorenzo declara seu amor por Letícia