O cliente de um supermercado no bairro Rebouças, em Curitiba, causou confusão na manhã desta sexta-feira (17) ao ser proibido de entrar sem máscara. Entre as novas medidas para o funcionamento do comércio divulgadas quinta-feira (16) pela prefeitura, está a exigência de que todos os clientes usem máscaras. O descumprimento pode gerar a cassação do alvará do estabelecimento.

A Polícia Militar (PM) foi acionada após o cliente se revoltar por não poder entrar no mercado. Ele empurrou um funcionário do estabelecimento e, na confusão, um vidro do estabelecimento acabou se quebrando.

LEIA MAIS – Arquidiocese de Curitiba presta acolhimento por telefone durante a pandemia

De acordo com o jornal Meio-Dia Paraná da RPC, o cliente afirmou que o mercado tinha obrigação de dar uma máscara pra ele. Entretanto, a determinação da prefeitura é de que toda a população use máscara sempre não só no comércio, mas nas ruas.

Regra

O comércio não é obrigado a fornecer a proteção, que é de responsabilidade individual. “Fica obrigatório o uso de máscara pela população, em geral, nos espaços abertos ao público, ou de uso coletivo, inclusive os comerciais, no Município de Curitiba”, determina o novo decreto do município para o período da pandemia.

Após ser contido pelos policiais, o homem assinou um termo circunstanciado e se comprometeu a pagar o vidro.