Imagina o susto: você está trabalhando e encontra uma cobra pelo caminho. Foi o que aconteceu com funcionários de uma empresa do bairro Ipê, em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, nesta sexta-feira (22). Recentemente, outra captura de cobra deu o que falar em São José dos Pinhais, em dezembro de 2020. Uma píton gigante deu trabalho para ser recolhida em outra empresa da cidade.

Segundo o delegado Matheus Laiola, da Delegacia de Meio Ambiente da Polícia Civil,mos funcionários trabalhavam manuseando caixas de madeira quando levaram o susto. “Eles encontraram a jararaca rastejando pelas caixas. Imediatamente, pararam tudo e nos acionaram”.

O investigador Cássio Silva, que trabalha na Delegacia do Meio Ambiente, tem curso de manuseio de répteis e foi ao local. “Confirmamos que era uma jararaca dormideira e, sabendo dos cuidados que deveríamos tomar, a recolhemos”, explicou.

+Lembra dessa? Cobra gigante achada em São José dos Pinhais pode ser fruto do tráfico de animais. “Deu medo”

No momento que foi descoberta pelos funcionários da empresa, a cobra estava agitada, o que os deixou ainda mais apreensivos. “De qualquer modo, ela foi contida com tranquilidade e foi recolhida. Importante reforçar o pedido que as pessoas tomem cuidado, nunca tentem pegar o animal, e sempre chamem alguém que possa ajudar”.

LEIA TAMBÉM Loja de carros em bairro nobre de Curitiba é suspeita de dar golpe de quase R$ 1 milhão; dono foi preso

A jararaca vai ser encaminhada ao Instituto de Água e Terra do Paraná. O delegado Matheus Laiola reforçou o pedido do investigador, pedindo que as pessoas não matem. “Chamem o Corpo de Bombeiros, o Instituto Ambiental. Sabemos que é um animal perigoso, mas podemos dar um destino correto sem matá-lo”.