A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (27) a Operação Poligonal IV, com o objetivo de combater crimes contra o meio ambiente detectados na região metropolitana de Curitiba. Cerca de 40 policiais federais cumprem 7 mandados de busca e apreensão, em São José dos Pinhais e Araucária.

 A ação decorre de mapeamento de riscos ambientais, por meio de análise de imagens de satélite de alta resolução obtidas pela constelação PlanetScope, composta por mais de 130 satélites e disponibilizadas no âmbito do Programa Brasil M.A.I.S, do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

+Leia mais! Pedágio “grátis” deve movimentar praias do Paraná no verão e falta d’água preocupa

Os mandados estão sendo cumpridos em áreas poligonais com suspeita de lavra irregular, com o objetivo de se reprimir possíveis delitos contra a ordem econômica e o meio ambiente por conta da extração de minérios em desconformidade com as leis.

“Foram mobilizados 40 policiais federais para cumprir sete mandados de busca e apreensão. Importante ressaltar que para poder extrair bens minerais que são bens da União, conforme constituição, é preciso ter autorização da Agência Nacional de Mineração e também licença de operação pelo órgão ambienta”, explicou o delegado da Polícia Federal Felipe Eduardo Hideo Hayashi, chefe da Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente e Patrimônio Histórico no Paraná.

A exploração de bens minerais da União sem a devida autorização da Agência Nacional de Mineração e licença de operação do órgão ambiental, ou em desacordo com as obrigações impostas, pode ensejar a prisão em flagrante delito, multa, além de medidas administrativas como a paralisação da atividade e ações civis de ressarcimento por danos causados.

Web Stories

Novidades!

Veja o que chega na Netflix nesta semana

Boooooo!

Halloween: veja como fazer uma abóbora, maquiagem e fantasias para a festa

Império

Bruna e José Alfredo abrem cofre de Maurílio

Pega Pega

Siqueira afirma que Timóteo é o quarto ladrão do hotel