Curitiba enfrenta, nesta sexta-feira (6), mais um dia de alta na média de casos ativos de covid-19, aqueles em que os pacientes contaminados ainda estão em fase de transmissão do novo coronavírus. De acordo com o novo boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a capital tem hoje 4.137 pessoas com potencial de transmissão do vírus Sars-Cov-2. Número maior que os 4.012 casos registrados no dia anterior (5) e também superior ao índice divulgado há sete dias, na sexta-feira (30), quando 3.650 pacientes apresentavam o risco de passar a doença.

LEIA MAIS – Paciente de covid-19 deixa UTI em Curitiba após mais de 100 dias

Nesta sexta-feira, Curitiba também divulgou o registro de mais 436 infectados e oito novas mortes causadas pela covid-19. Com a atualização dos dados, a cidade atingiu o total de 54.959 casos confirmados e 1.512 óbitos durante a pandemia, contabilizados desde março deste ano. Mas felizmente, 49.316 pessoas – que representam a maior parte dos contaminados, já estão recuperadas.

Vidas perdidas

Mais seis homens e duas mulheres, que tinham entre 48 e 87 anos, entraram para a lista de moradores de Curitiba que perderam suas vidas para a covid-19. Conforme a SMS, quatro das novas vítimas morreram nas últimas 48 horas e as demais, faleceram em outras datas, que não foram divulgadas. A secretaria ainda informa que todos os pacientes estavam internados e tinham algum fator de risco para complicações causadas pela doença.

Divergência entre boletins estadual e municipal

Sobre os registros de mortes na pandemia, na quinta-feira (5), a Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (Sesa) afirmou ter identificado problemas com os dados de falecimentos por covid-19 em Curitiba. A pasta diz ter encontrado cerca de 80 óbitos que não teriam sido informados pela prefeitura da capital, desde 2 de outubro. Procurada, a Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba disse que a informação não procede e que envia diariamente as planilhas com todos os óbitos para a Sesa, incluindo os 80 apontados pela pasta estadual.

Leitos de UTI reativados

Com a reativação de nove leitos de UTI SUS para covid-19 no Hospital do Trabalhador, Curitiba passa de 274 para 283 leitos nesta sexta-feira (6). Com esta nova configuração de leitos, a taxa de ocupação é hoje de 78% em Curitiba.

LEIA AINDA – Natal no “novo normal” tem Papai Noel protegido por acrílico, videochamadas e lives natalinas

Segundo a prefeitura, no entanto, ainda há 62 leitos de UTI livres nos hospitais da rede pública da capital, que podem receber pacientes com o novo coronavírus ou com sintomas de síndrome respiratória aguda grave (SRAG).