Diante das constantes quedas de casos ativos do novo coronavírus, a secretaria municipal de saúde de Curitiba decidiu mudar para a bandeira de alerta amarelo para o coronavírus a partir deste domingo (27). O mês começou em bandeira amarela, que havia entrado em vigor no dia 17 de agosto. Mas com a crescente alta de casos, a prefeitura logo voltou atrás e a bandeira de alerta laranja, mais rigorosa com o funcionamento do comércio e serviços, passou a vigorar a partir do dia 4 de setembro.

LEIA TAMBÉMShoppings e supermercados voltam a abrir aos domingos em Curitiba

A mudança da bandeira ocorre após uma avaliação de nove indicadores, divididos em dois grupos: nível de propagação da doença e capacidade de atendimento da rede. Curitiba chegou a uma nota que varia de 0,01 a 1,99, o que configura bandeira amarela, desde a semana passada. Porém a secretaria manteve em alerta laranja para garantir a troca com mais segurança e assim evitar um novo aumento de casos – como aconteceu da vez anterior.

Fatores que interferem na mudança para a bandeira amarela

Propagação da doença

  • Número de casos novos confirmados nos últimos sete dias em relação ao número de casos novos confirmados nos sete dias anteriores.
  • Número de internados por SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) em UTIs no dia em relação ao mesmo número de sete dias atrás.
  • Número de pacientes de covid-19 confirmados em leitos de UTI no dia em relação ao mesmo número de sete dias atrás.
  • Número de pacientes de covid-19 confirmados em leitos clínicos no dia em relação ao mesmo número de sete dias atrás.
  • Número de casos confirmados nos últimos sete dias para cada 100.000 habitantes.
  • Número de óbitos nos últimos sete dias para cada 100.000 habitantes.

Capacidade de atendimento

  • Número de leitos de UTI disponíveis para atender covid-19 no dia.
  • Número de leitos de UTI disponíveis para atender covid-19 no dia em relação ao mesmo número de sete dias atrás.
  • Número de leitos de enfermaria disponíveis para atender covid-19 no dia em relação ao mesmo número de sete dias atrás.