Morreu, aos 81 anos, na manhã de terça-feira (26), o comentarista esportivo Nelson Santos. Além de trabalhar em várias emissoras de rádio, Nelson ficou marcado por ser o locutor oficial do Estádio Couto Pereira, nas décadas de 1980 e 1990. Nelson não resistiu ás complicações causadas pela covid-19.

Sempre sorrindo e com frases de efeito, Nelson nunca escondeu sua paixão pelo carnaval e pelo futebol. Natural do Rio de Janeiro, torcia pelo Salgueiro e pelo Flamengo. Ao mudar para Curitiba, trabalhou como vendedor em grandes empresas como a Servopa, onde fez longa carreira. Ao mesmo tempo, trabalhava no rádio e nos microfones recebeu apelido de “O Bom Carioca”, criação do narrador Sidnei Campos. Trabalhou nas rádios Paraná, Globo, Cidade, Iguassu e Rádio CAP e outras.

Recentemente, o futebol paranaense perdeu Jacir de Oliveira, também radialista e narrador esportivo, vítima de covid-19. Além dele, o radialista Sérgio Silva também nos deixou.

Na capital paranaense, escolheu o Athletico como time do coração, mas ficou marcado como o locutor oficial do Couto Pereira. Na função, citava os placares dos jogos, renda e público e finalizava com os patrocinadores. “Eletrônica Modelo, um Modelo de Eletrônica”, uma marca que jamais será esquecida.

+Viu essa? Famosa pela promoção do R$ 1, rede de supermercados anuncia atacarejo em Curitiba

Nelson deixa a esposa Ana e filhos. Um dos netos de Nelson, é o lateral Guga, do Atlético Mineiro. O velório e sepultamento irão ocorrer no período da tarde, somente para amigos e familiares próximos. O horário e local não foram divulgados.

Pantanal

Tibério proíbe Muda de falar com Alcides

Além da Ilusão

Úrsula rouba o bebê de Heloísa

Novidades

Comédia com Paulo Gustavo e mais filmes e séries chegam nesta semana na Netflix, confira!

Carreira

Ganhadora do prêmio de pior atriz a vida rodeada de polêmicas, quem é Anne Heche?