O novo decreto com restrições para os municípios da Região Metropolitana de Curitiba (RMC) foi definido na segunda-feira (7), após 4h30 de reunião envolvendo prefeitos e autoridades sanitárias. A principal diferença em relação ao de Curitiba, é que o comércio pode funcionar aos domingos. Apesar do acordo no encontro, cada prefeito tem poder para editar o decreto. A validade das normas é por 14 dias.

+Leia mais! Assomec discute ‘lockdown’ na região metropolitana de Curitiba aos domingos

A reunião da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec) aconteceu por webconferência. O presidente da Assomec e prefeito de Fazenda Rio Grande, Márcio Wosniak, confirmou que o comércio ficará aberto aos domingos e espera que o número de infectados diminua em todas as cidades. “Aprovamos um texto com a ressalva que o comércio não fecha nos domingos e esperamos que as decisões elaboradas com os técnicos da saúde, do governo do estado e da capital, sejam suficientes para baixar o número de pessoas contaminadas que buscam auxílio nas unidades de saúde “, comentou o presidente da associação.

+Viu essa? Vacina contra covid-19 com 95% de eficácia: entenda como a proteção é calculada

A expectativa era que a Assomec aderisse ao modelo curitibano no combate ao novo coronavírus. Na sexta-feira (4), uma proposta que previa o fechamento do comércio aos domingos foi apresentada, mas não houve acordo entre os prefeitos, que voltaram a conversar nesta semana e decidiram pela abertura das lojas.