Nesta quinta (22), a Copel dará continuidade à operação para remoção de cabos clandestinos ou irregulares instalados em postes de energia em Curitiba. A ação continua ao longo da Alameda Doutor Carlos de Carvalho, na região central. Será a quinta vez, neste ano, que a Copel promove a “limpeza” nesta região. Os trabalhos terão início às 9h e vão até o fim da tarde, por volta das 17h.

Nesta localidade foram identificadas várias irregularidades como cabos clandestinos, baixos, desativados, rompidos, além de acessórios que não deveriam estar nos postes e sem uso.

“Trata-se de trecho com várias irregularidades e cabos clandestinos”, comentou o gerente de projetos e obras da Copel de Curitiba, Gláucio Martinez Lopes. Além dos transtornos, o uso irregular dos postes da Copel também coloca em risco a segurança dos transeuntes e consumidores em geral.

A Copel orienta que, caso clientes da região tenham os serviços de telefonia ou internet interrompidos por conta da operação, devem procurar o atendimento da empresa fornecedora. Todas já foram devidamente notificadas sobre a ação.

Compartilhamento

A Copel é proprietária da grande maioria dos postes de Curitiba. No entanto, há um convênio de compartilhamento dessas estruturas com as operadoras de telefonia e dados. Cada empresa é responsável pela manutenção da estrutura de sua propriedade. Sempre que são executadas obras na rede de energia, a Copel informa com antecedência as empresas responsáveis para que possam evitar a interrupção de serviços.

Em caso de ausência das empresas, as equipes da Copel amarram os cabos e, em seguida, notificam a operadora. Em situações de risco à população, a Copel corta e retira o cabo irregular, o que pode causar interrupção de serviço de telefonia e internet para alguns clientes.

Fiscalizar

Todos podem ajudar a fiscalizar a situação dos cabos, denunciando instalações inadequadas ou clandestinas que ofereçam risco. Como a maioria das pessoas não sabe a diferença entre cabos de energia e de telefonia, em caso de fios caídos ou pendurados, a Copel orienta a população a jamais tocá-los e a avisar imediatamente a Companhia pelo telefone 0800 51 00 116.