Felipe da Rosa Yassumoto, 30 anos, motorista da Uber que estava desaparecido desde a madrugada de sexta-feira (11), foi encontrado morto. O corpo do rapaz estava dentro da represa do Passaúna, na divisa de Curitiba com Campo Largo, próximo ao local onde foi encontrado o carro dele com todos os documentos.

A irmã de Felipe e uma prima dele chegaram a enviar mensagens para o Whatsapp dele, mas apenas uma delas foi visualizada. Segundo a família, a polícia não encontrou nenhum indício de crime.

A suspeita dos familiares é a de que Felipe tenha tido um surto e acabou vagando desorientado. Ele sofria de depressão. Para todos os efeitos, a Polícia Civil vai investigar o que aconteceu. Os parentes de Felipe devem ser ouvidos e o inquérito logo vai ser finalizado.