O corredor dos ônibus biarticulados da Avenida João Gualberto, entre o Centro e o Santa Cândida, vai ganhar mais cores em certas épocas do ano. A Secretaria Municipal do Meio Ambiente começou o plantio de mil árvores nas laterais da canaleta dos ônibus expresso e a espécie escolhida foi o Ipê, uma das mais características de Curitiba.

O trecho de quase sete quilômetros, entre o Colégio Estadual do Paraná e o Terminal Santa Cândida receberá mudas de ipês amarelos, roxos e brancos, dos dois lados da via. O plantio integra o Desafio 100 Mil Árvores, lançado pela Prefeitura no Dia da Árvore, comemorado no dia 21 de setembro.

+ Leia maisAtenção! Curitiba pode ter chuva com granizo nesta terça-feira!

O trabalho levará cerca de seis meses, devido ao preparo dos berços para os plantios. É preciso cortar a calçada, retirar toda a base de asfalto e as covas devem ter um metro de profundidade aproximadamente, até chegar ao solo original. “O trabalho é longo, precisa ser feito com qualidade para garantir o bom desenvolvimento das plantas, com as raízes tocando o solo virgem. Assim não se esparramam para as vias”, explica o diretor de Produção Vegetal da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, José Roberto Roloff.

Uma cor em cada trecho

As mudas que serão plantadas têm no mínimo 1,8 metro de altura. Cada trecho terá uma cor. Entre o Colégio Estadual e o Terminal do Cabral serão ipês brancos. Depois, até o Terminal Boa Vista, serão mudas de ipês roxos e amarelo até o Santa Cândida.

+ Veja também: Buzina de trem incomoda moradores de Curitiba, que reclamam de barulho de madrugada

Os ipês foram escolhidos para o compor o corredor por serem espécies nativas de notável beleza na florada. Outra vantagem é o enraizamento mais uniforme para dentro do solo. “As raízes não se espalham na superfície”, diz Roloff. As mudas são produzidas no Horto Municipal da Barreirinha.