A prefeitura de Curitiba adiou novamente a volta às aulas presenciais nas escolas da rede municipal de ensino por causa da pandemia de coronavírus. De acordo com o decreto 580, publicado no Diário Oficial do Município dia 30 de abril, a volta fica para 2 de julho – isso se não for necessário adiar novamente.

Semana passada, o prefeito Rafael Greca já havia comentado que a volta dos alunos às escolas municipais ficaria para julho ou agosto, conforme a evolução do coronavírus. Desde 23 de março as escolas municipais estão vazias. Essa é a terceira vez que a volta dos alunos é adiada.

LEIA MAIS – Motorista destrói estação-tubo em acidente e passageiros têm que desembarcar três quadras depois

A rede municipal tem cerca de 145 mil estudantes em 185 escolas, 230 creches (CMEIs) e 95 creches contratadas.

Videoaulas

Durante o isolamento social de prevenção da covid-19, os alunos têm acompanhado as videoaulas preparadas pela Secretaria Municipal da Educação pela TV ou no Canal TV Escola Curitiba no YouTube.

A TV Escola Curitiba começou dia 13 de abril com conteúdos dos componentes curriculares, conforme o currículo da Secretaria Municipal da Educação. O canal tem 44,5 mil inscritos e mais de 2,4 milhões de visualizações.

VIU ESSA? – Reincidente, tradicional loja de móveis do Novo Mundo é fechada pela Prefeitura

Estão disponíveis propostas da educação infantil e videoaulas de matemática, língua portuguesa, robótica, geografia, educação física, arte, ciências, história, ensino religioso, literatura, direitos humanos e família, além da Educação de Jovens e Adultos (EJA). Aos sábados, as aulas são com adaptações metodológicas e tradução em Libras.

As aulas são preparadas pela equipe técnica da Educação e estão disponíveis pelo canal 9.2 da TV Paraná Turismo, das 8h às 21h, e no YouTube (canal TV Escola Curitiba).


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?