Curitiba ultrapassou a triste marca de 1,5 mil mortes de pacientes infectados com o novo coronavírus. Com a divulgação de oito novos óbitos no boletim epidemiológico desta quinta-feira (5), a capital paranaense chegou ao total de 1.504 mortes causadas pela covid-19 e suas complicações, durante esta pandemia.

LEIA MAIS – Linha Turismo volta a circular em Curitiba no próximo fim de semana

A lista de novas vítimas fatais da doença inclui sete homens e uma mulher, que tinham entre 59 e 86 anos de idade. De acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), das oito mortes divulgadas, cinco aconteceram nas últimas 48 horas.

LEIA AINDA – Novo decreto define critérios para realização de eventos durante a pandemia no Paraná

Além dos falecimentos, mais 407 casos de infecção por coronavírus foram confirmados em Curitiba, que soma agora 54.523 ocorrências da doença. Entre os contaminados, no entanto, 49.007 já estão recuperados, sem sintomas e liberados do isolamento social de 14 dias.

Casos ativos em alta

Entre as pessoas que testaram positivo em Curitiba, 4.012 estão atualmente na fase ativa da doença, período em que podem transmitir o Sars-CoV-2 para outras pessoas.

O índice desta quinta-feira (5) é maior que os 3.935 casos ativos informados no boletim do dia anterior, quarta-feira (4) e também superior ao que foi divulgado há sete dias, no dia 29 de outubro, quando 3.537 pacientes podiam transmitir a doença.

Ocupação nas UTIs

84%, esta é a atual taxa de ocupação nos 274 leitos de UTI exclusivos para covid-19 do Sistema Único de Saúde (SUS) em Curitiba. De acordo com a prefeitura da capital, há hoje 43 leitos de UTI do SUS livres nos hospitais da cidade, prontos para atender pacientes com coronavírus ou com sintomas de síndrome respiratória aguda grave (SRAG).