No data em que a pandemia completou 100 dias em Curitiba e que novas medidas restritivas para a capital e região metropolitana foram anunciadas pelo governador Ratinho Junior , Curitiba registrou mais 120 casos confirmados e duas novas mortes provocadas pelo novo coronavírus. Com os dados divulgados nesta sexta-feira (19), a capital confirma o total de 99 óbitos e 2.663 habitantes infectados com a doença, desde 11 de março.

LEIA MAIS – Paraná terá lei seca e Curitiba e RMC escalonam horários do comércio pra evitar lockdown

De acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba (SMS) as novas vítimas fatais são um homem de 39 anos, que investigava uma doença hepatorrenal há três meses e que morreu nesta sexta-feira (19). Além dele, também foi confirmada nesta sexta, a morte por novo coronavírus de um idoso de 86 anos, que tinha doenças cardiovascular e neurológica crônicas e que faleceu no dia 9 de junho.

VIU ESSA? Qual é a real ocupação dos leitos de UTI contra covid-19 em Curitiba?

Mas a boa notícia é que o total de curitibanos que superam a doença também aumentou desde a divulgação do último boletim, subindo para 1.564 a soma dos pacientes recuperados na cidade. Ainda há atualmente em Curitiba, outras 403 pessoas com suspeita da infecção e 2.571 casos já foram descartados.

BOLETIM SOBRE O CORONAVÍRUS ⚠

BOLETIM SOBRE O CORONAVÍRUS ⚠ Acompanhe ao vivo o boletim de informações sobre o coronavírus com a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak e a médica infectologista Marion Burger. Tradução em Libras por Lidiane Santos.

Posted by Prefeitura de Curitiba on Friday, June 19, 2020

Covid-19 nos hospitais

Conforme a SMS, Curitiba tem hoje 218 pessoas internadas com diagnóstico positivo de covid-19, em hospitais públicos e privados, com 83 delas em unidades de terapia intensiva (UTI).

Na capital paranaense há 223 leitos de UTI ativados para o atendimento exclusivo dos pacientes de novo coronavírus. Até esta sexta-feira, 77% deles estavam ocupados por pessoas que testaram positivo para covid-19 ou que estão com suspeita da doença.

Bandeira laranja

Nesta sexta-feira, a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, confirmou que apesar de Curitiba ter enfrentado uma semana difícil, com o avanço da epidemia, a cidade permanece com a bandeira laranja do protocolo que determina restrições e regras de isolamento social durante a pandemia.

LEIA AINDA – Peguei covid-19 e agora? Veja o guia de isolamento social pros infectados em Curitiba

“Continuamos com a bandeira laranja, continuamos com as restrições que nós já anunciamos e não há nessa semana ainda, motivo para o ‘fecha tudo’. Mas contamos e precisamos que as pessoas mantenham os cuidados, (como) evitar as aglomerações. Quem puder permanecer em casa, permaneça em casa”, afirmou Márcia.

Com a chegada de mais um fim de semana, Márcia ainda pediu que as pessoas colaborem, que sigam recomendações das autoridades de saúde e evitem festas, idas a parques e outras reuniões. “Neste momento nós estamos trabalhando e precisamos do apoio de todos os cidadãos, de todas as pessoas, comerciantes, quem faz prestação de serviço, que mantenham as medidas de precaução, para que a gente não chegue a declarar a bandeira vermelha em Curitiba. E a gente não chegue a ter que tomar medidas mais restritivas do que nós estamos tomando”, disse.

Covid-19 em números


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?