Primeira profissional de saúde vítima do coronavírus em Curitiba, a técnica de enfermagem Valdirene Aparecida Ferreira dos Santos, 40 anos, foi homenageada por colegas de trabalho com panos brancos. Com a morte de Valdirene, o prefeito Rafael Greca decretou luto oficial pela perda de 16 vidas em Curitiba até aqui por causa da covid-19.

Valdirene atuava na UTI do Hospital Marcelino Champagnat, no bairro Cristo Rei,há três anos. Ela estava há três semanas internada em estado grave no Hospital Onyx por causa da covid-19 e morreu sábado (25). Ela teria se contagiado ao atender um paciente com coronavírus. Até o boletim epidemiológico de quinta-feira (23), 22% dos infectados pelo coronavírus em Curitiba eram profissionais que atuam em serviços de saúde – não só médicos e enfermeiros, mas também recepcionistas, motoristas e outros profissionais.

LEIA MAIS – Taxista de Curitiba vence o coronavírus e ganha alta após 34 dias na UTI. Saída foi emocionante

No mesmo dia da morte, colegas de trabalho prestaram homenagem à auxiliar de enfermagem. Os funcionários do hospital bateram palma à colega. A direção do Marcelino Champagnat também organizou uma missão virtual em homenagem a Valdirene e agradeceu a dedicação da profissional.

“Ela lutou bravamente pela vida, da mesma forma que se dedicou para cuidar da saúde de centenas de pessoas junto com a valorosa Equipe de Enfermagem do Hospital Marcelino Champagnat (HMC). Esteve conosco durante três anos, sendo uma colaboradora dedicada e muito querida por todos”, afirma a direção do hospital em nota.

Luto oficial

Com a morte de Valdirene, a prefeitura de Curitiba decretou luto oficial pelas 16 mortes causadas pela covid-19 desde o início da pandemia. Em sua conta pessoal no Facebook, o prefeito Rafael Greca agradeceu a dedicação da auxiliar de enfermagem no atendimento dos pacientes do coronavírus e pediu que a população não afrouxe na prevenção, principalmente no isolamento social.

VIU ESSA? – Ratinho Jr e secretário de Saúde são isolados após contato com deputado com covid-19

“A cidade de Curitiba através de sua prefeitura presta sentida e solene homenagem à técnica de enfermagem Valdirene Aparecida Ferreira dos Santos. Faleceu vitimada pelo Covid-19 no cumprimento do seu dever”, escreveu Greca.

“Por ser Valdirene Aparecida Ferreira dos Santos a primeira profissional de saúde [vítima do coronavírus] fique registrado tributo de gratidão a todos que atuam à cabeceira dos doentes e nos serviços de saúde e apoio, velando pela vida humana. E nosso veemente apelo à população, a vocês que me lêem, para que não relaxem no devido isolamento social com responsabilidade” finaliza a mensagem o prefeito.