A doação de mudas nativas em dez regionais de Curitiba está atraindo a atenção de muitas pessoas que estão levando para casa espécies como os ipês amarelo, roxo e roxo anão, uvaia, pitanga, araçá vermelho, palmeira imperial, dedaleiro, jerivá, cereja, guabiroba, uvaia, guabiju e araçá. O projeto faz parte da segunda fase da campanha 100 mil árvores em Curitiba.

O desafio foi lançado pelo prefeito Rafael Greca na primavera de 2019 e deveria ser concluído na primavera de 2020. Graças ao sucesso na plantação de 108 mil mudas, a prefeitura renovou a campanha.

+Viu essa? Influenciadora abre loja com roupas de luxo em shopping de Curitiba. Calça custa R$ 3,9 mil

Janaína Lopes Gehr, administradora regional do Boa Vista, reforça que o interessado precisa apenas preencher um cadastro simples e informar o local e as características do plantio para que seja fornecida a muda mais adequada. “Nós temos um cadastro simples na Regional e a pessoa interessada procura a Rua da Cidadania aqui do Boa Vista no fim do mês e faz a solicitação. Entregamos até seis mudas individualmente para que mais pessoas tenham interesse. Estamos felizes pela procura”, disse Janaína em entrevista ao Bom Dia Paraná da RPC.

Regras para o plantio

Ao retirar as mudas, as pessoas conseguem ter orientações de técnicos da Secretaria Municipal do Meio Ambiente. Além disso, existem regras para o plantio, ou seja, não dá para pegar uma muda e ir plantando no meio da rua. “Na área privada, as pessoas têm liberdade e recebem orientação de técnicos, mas em áreas públicas, como na frente de sua casa, é preciso ter permissão da Secretaria do Meio Ambiente”, relatou Janaína.

+Viu essa? Moradores de Curitiba têm que encarar ladeira e 1 km de caminhada pra pegar o busão

Pantanal

Juma atira nos pés de Jove

Loterias

Veja o resultado das loterias desta terça-feira!

Inverno Chegou

Veja como será o primeiro dia de inverno em Curitiba

Além da Ilusão

Lorenzo declara seu amor por Letícia