O prefeito Rafael Greca, de Curitiba, e mais oito prefeitos da RMC fecharam um pacto para alinhar as medidas de combate ao coronavírus. A iniciativa será levada na próxima segunda-feira (6), em uma reunião com os 29 municípios que integram a Região Metropolitana de Curitiba.

“O pacto pela Grande Curitiba é uma ideia formidável”, afirmou o prefeito da capital, Rafael Greca.

LEIA MAIS: Exército vai ajudar na higienização de ônibus e terminais de Curitiba

A sugestão de unificar as medidas de combate na Grande Curitiba partiu do prefeito de Campo Largo, Marcelo Puppi. “Não adianta tomar decisões isoladas. O sentido metropolitano é essencial. Queremos que Curitiba seja única com todos os prefeitos trabalhando em conjunto para conter a pandemia”, ressaltou Puppi.

A ideia é que as estratégias como decretos e medidas de isolamento sejam tomadas em forma conjunta e não mais individualmente em cada cidade como está ocorrendo desde o início da pandemia.

Os prefeitos da RMC também estão dispostos a seguir a determinação do governo estadual, que decretou nesta semana regras mais rígidas para funcionamento do comércio e demais atividades não essenciais para sete regionais do Paraná, incluindo a RMC.

Entre as medidas definidas no decreto e que devem ser comuns a Curitiba e seus vizinhos estão a suspensão de funcionamento de shopping centers, galerias comerciais, comércios de rua, salões de beleza, barbearias, clínicas de estética, academias de ginástica e clubes.

Os serviços de restaurantes e lanchonetes poderão atender apenas por meio de entrega de produtos em domicílio, drive-thru e/ou retirada em balcão. Os supermercados, mercados e similares poderão funcionar somente de segunda a sábado, entre 7 horas e 21 horas.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?