Muita gente já se organiza, nesta quinta-feira (18), nas redes sociais para protestar e pedir a saída de Michel Temer da presidência. As manifestações começaram a ser marcadas depois da denúncia do jornal O Globo, nesta quarta-feira (17), que abalou as estruturas do governo do presidente com uma gravação de uma conversa supostamente dando aval para a compra do silencio do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Em Curitiba, uma manifestação foi marcada pelas redes sociais pelo movimento CWB Resiste. Marcado para 18h30 desta quinta-feira (18), o evento tem mais de mil 4 mil interessados. A presença confirmada é de 2,3 mil pessoas.

A concentração do protesto vai ser na Praça 19 de Dezembro, a Praça do Homem Nu, no Centro de Curitiba. “Agora é a hora de pressionar. Vamos fazer um grande ato relâmpago. Se empurrar, o Temer cai”, diz a descrição do evento.

De lá da Praça 19 de Dezembro, os manifestantes vão seguir caminhando até a sede do PMDB – partido de Temer – em Curitiba, que fica na Avenida Vicente Machado, no bairro Batel. “Vamos pedir a saída do ‘presidente’ Michel Temer e seu desgoverno”, finaliza o informativo.