Curitiba entrou oficialmente, na manhã desta quarta-feira (7), em uma nova etapa do Desafio das 100 Mil Árvores. A meta é garantir o plantio desta quantidade de mudas nativas ao longo do ano de 2021, aos moldes do que aconteceu entre as primaveras de 2019 e 2020. 

O início foi dado pelo plantio de dez mudas de ipê roxo na Avenida Paraná, pelo prefeito Rafael Greca e pela secretária do Meio Ambiente, Marilza Oliveira Dias. A ação aconteceu em frente à paróquia Santo Antônio, um dos pontos de drive-thru da campanha de imunização de Curitiba contra a covid-19

+ Leia mais: Monsenhor Luciano Kmieciak morre vítima de covid-19 em Curitiba

Ao fazer o primeiro plantio, o prefeito lembrou que o corredor de ipês das avenidas João Gualberto e Paraná já começou a ser formado e que serão mil árvores ao todo, do Passeio Público até a Igreja do Santa Cândida. Cerca de 700 já foram plantadas. “Com alegria, planto esse ipê, pedindo a Deus que a nossa cidade logo se livre da pandemia”, anunciou. 

As mudas plantadas têm, no mínimo, 1,8 metro de altura e cada trecho terá uma cor. Entre o Colégio Estadual e o Terminal do Cabral são ipês brancos. Depois, até o Terminal Boa Vista, ipês roxos, e amarelos até o Santa Cândida. 

O programa 

Lançado originalmente na primavera de 2019, o programa ultrapassou a meta de plantios – foram cerca de 120 mil mudas plantadas no período proposto. Para a secretária Marilza, o sucesso do desafio foi a grande adesão e participação das pessoas. 

“Toda a população pode ajudar a aumentar a infraestrutura verde de Curitiba e reforçar as medidas de resiliência contra as mudanças climáticas”, lembrou. As ações devem ser individuais enquanto não é possível promover mutirões, como os que aconteciam no início do desafio. 

+ Veja também: Bombas de combustível são fiscalizadas em Curitiba e 125 bicos são reprovados pelo Ipem-PR

Plantios feitos em via pública ou em áreas privadas entrarão na conta das 100 Mil Árvores. Os interessados podem retirar mudas produzidas pelo município no Horto Municipal da Barreirinha ou adquirir em outro local.

Plantios dentro de áreas privadas podem ser feitos sem restrições. Quem quiser plantar em área pública, precisa pedir autorização da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, para que haja escolha da espécie mais adequadas para o local.