Mais dois casos de novo coronavírus foram confirmados em Curitiba no início da tarde deste sábado (21). Até o momento, são 29 pessoas infectadas na capital paranaense. Os dados foram repassados pela Secretária Municipal de Saúde. O número de casos suspeitos é de 292 e outros 120 foram descartados.

LEIA AINDA – Vacinação de idosos contra a gripe contará com drive thru em Curitiba

Dos 29 casos, seis estão em internamento, e apenas um é considerado grave. O paciente é o médico da UPA Boqueirão, que está na UTI, no Hospital Marcelino Champagnat. Jamal Munir Bark, atende na UPA do Boqueirão e também na cidade de Rio Branco do Sul. Ele é ginecologista e obstetra, com registro desde 1985.

Sem dar o nome do profissional, a prefeitura de Curitiba confirmou que o médico trabalhou até a quinta-feira (19), quando se sentiu mal e procurou atendimento. A provável fonte de infecção foi o contato com uma colega de trabalho que esteve em São Paulo e apresentou sintomas respiratórios leves após o retorno.

LEIA MAIS – Hidroxicloroquina, o remédio que promete tratar doentes com Covid-19

Segundo a prefeitura, as pessoas que tiveram contato próximo com esses dois profissionais da UPA Boqueirão, no período de transmissão do novo coronavírus, estão sendo monitoradas e orientadas a uma quarentena mínima de sete dias. No caso dos profissionais de saúde da UPA também estão afastados para quarentena e testagem quando houver indicação.

Paraná tem 43 casos no total

Somados aos casos de Curitiba, o Estado do Paraná tem ao todo 43 casos confirmados de Covid-19. Além do aumento na quantidade em relação ao levantamento do dia anterior, que apontava 36 confirmações, mais cidades se juntam à lista de municípios paranaenses em quem o coronavírus chegou.

Agora há registros também em Ponta Grossa, Pato Branco, Guaíra e Umuarama, com um caso confirmado em cada cidade. Até então, além de Curitiba, que registra a maior concentração de contaminação pelo vírus no estado, a doença já havia chegado em Londrina, Maringá, Cianorte, Campo Largo e Foz do Iguaçu. A quantidade de casos sob suspeita, segundo a secretaria estadual, é de 273. Já os descartados somam 172.

Não constam no relatório da Sesa dois casos de São José dos Pinhais, que já testaram positivo, mas aguardam a contra-prova oficial.