Curitiba vai abrigar o 2.º Fórum Mundial de Contatados (pessoas que já tiveram algum tipo de encontro com extraterrestres ou óvnis), de 16 a 18 de maio. Já confirmaram presença cerca de 450 participantes, entre aqueles que estiveram frente a frente com óvnis ou extraterrestres e 15 especialistas do Canadá, Estados Unidos, Venezuela, Chile, Argentina e Brasil.

“A meta é trocar experiências com pessoas que já viveram experiências de avistamentos ou de abdução, a fim de fortalecer o estudo e a divulgação da ufologia”, defende o coordenador do fórum e um dos mais respeitados ufólogos do mundo, Ademar Gevaerd. Ele mesmo diz acumular duas experiências: viu um óvni em 1992 no deserto de Nevada, nos Estados Unidos, próximo da área 51, e avistou outro objeto em 1997 no Pantanal brasileiro.

Dois dos relatos mais esperados são o do norte-americano Travis Walton, que teria sido sequestrado por extraterrestres. Ele afirma que ficou cinco dias a bordo de uma nave e que até hoje mantém contato com seus abdutores. Sua história está retratada no filme Fogo no Céu (1993). O outro depoimento esperado é de um comandante da Força Aérea Peruana que teria sido enviado para uma missão de abate de óvnis e teria ficado frente a frente com um disco voador.

Esta é a segunda edição do evento. No ano passado, o encontro foi em Florianópolis. Os interessados poderão acompanhar o fórum por meio de transmissão on-line, que será feita pelo site do evento.

Recorde

Toda semana ufólogos de Curitiba registram pelo menos três objetos voadores não identificados na região da capital paranaense. A frequência das aparições faz de Curitiba a cidade brasileira com maior número de ocorrências registradas pela Força Aérea Brasileira.