Até às 15h deste sábado (26), no Dia Nacional de Combate ao Câncer de Pele, acontece, pelo 17º ano consecutivo, um mutirão nacional com aproximadamente 3 mil dermatologistas em 24 estados brasileiros. Em Curitiba, a ação é feita no Centro Médico da Santa Casa (Avenida Visconde de Guarapuava, 3200), no ambulatório do Hospital de Clínicas (R. General Carneiro, 181) e no ambulatório do Hospital Evangélico (Rua Luiz Leitner, 50).

Na Santa Casa, mais de 20 profissionais, além de estudantes residentes, prestam atendimento gratuito à população.

O chefe do setor de dermatologia, Ney Alencar, comemora os resultados obtidos já no início do mutirão. “Descobrimos hoje mesmo um caso muito grave de câncer de pele em um senhor de 78 anos. Felizmente está em estágio inicial e a operação será feita já na próxima semana – tudo bancado pelo SUS”, garante.

“Em 2015 atendemos mais de 700 pessoas só aqui na Santa Casa, e diagnosticamos mais de 100 casos desse tipo de câncer”, explica o médico.

Quem chega é atendido em poucos minutos. O exame é rápido e não necessita de agendamento prévio.

O motorista Vanderlei Taline, de 64 anos, atendeu ao pedido da filha e decidiu fazer o exame. “Admito que não costumo ir muito ao médico, mas agora decidi vir e, por sorte, está tudo bem com a minha saúde. O atendimento é muito bom”.

O câncer de pele pode se manifestar como uma pinta ou mancha no corpo, que deve ser analisada por um profissional. O atendimento no mutirão deste sábado inclui análise, diagnóstico e tratamento.