Os policiais da Delegacia de Campo largo procuram por 10 presos que fugiram durante uma rebelião na madrugada de domingo (09). De acordo com a Polícia Civil, os presos fugiram por um buraco preparado em uma das celas.

Durante a fuga, colocaram fogo e destruíram completamente a delegacia. Levaram o pânico aos vizinhos. A rebelião começou por volta das 23h de domingo e terminou apenas depois das 2h desta segunda-feira (10).

De acordo com o superintendente Job de Freitas, mais de 100 presos na carceragem da delegacia no momento da rebelião, em um espaço para 35. “Os policiais foram rápidos e conseguiram conter e trancar a maioria dos presos dentro da delegacia, mas alguns fugiram pelo buraco”, disse.

Na manhã de hoje, várias equipes policiais fizeram buscas na cidade para encontrar os fugitivos. Ao todo, 17 presos fugiram e sete foram recapturados. A fuga foi vista por um vigilante que trabalhava no prédio do Detran que fica ao lado da delegacia. Ele chamou a Guarda Municipal e os guardas também trabalharam na segurança da DP.

Segundo o comandante Fábio Cesar Duarte, da GM, um dos primeiros guardas a chegar ao local, seis presos foram recapturados enquanto ainda tentavam fugir. Outro rapaz foi encontrado pela Polícia Militar.

O comandante contou que os carcereiros foram rendidos enquanto os presos queimavam e quebravam a delegacia, principalmente a parte da carceragem. Com a chegada do Cope, os presos resgatados foram entregues e os ânimos contidos.