“Deus salvou a vida dele”, esta foi a definição da motorista Daniele Santos, 43 anos, ao encontrar a mãe do motociclista que bateu na traseira do seu carro, um Renault Duster prata, na BR-277, próximo ao Centro Politécnico, no bairro Jardim das Américas. Alan Gomes, de 25 anos foi encaminhado ao Hospital Cajuru com fratura exposta na região do joelho direito e o estado de saúde é estável segundo os enfermeiros que atenderam a ocorrência.

+Leia mais! Menino morre após ser atacado por cachorro no quintal de casa

“Reduzi a velocidade e liguei o pisca alerta. Ouvi um barulho muito forte e quando percebi, um homem estava caído. Na hora pensei que ele estava morto”, disse, assustada, Daniele Santos à reportagem da Tribuna do Paraná.

acidente1

Encontro emocionante

O encontro com a mãe de Alan Gomes foi emocionante. A condutora da Duster relatou emocionada o momento da colisão. “Ele precisa se cuidar, pois a batida foi pesada. Ele nasceu de novo”. A mãe do motociclista não escondeu o choro e não largou os objetos do filho como os sapatos e as meias.

Motoboy

Alan Gomes trabalha como motoboy e logo após o acidente, a família do rapaz foi avisada pela empresa que ele presta serviço. A irmã acompanhou a vítima junto com a ambulância da concessionária Ecovia Caminho do Mar, que administra o trecho da BR- 277.

Aposentado de Curitiba cruza a América de Fiat 147 sozinho e volta cheio de histórias