O céu escureceu e a forte chuva que atingiu Curitiba no meio da tarde desta terça-feira (15) contribuiu para a queda de duas árvores com bloqueio de via, nos bairros Mossunguê e Juvevê. A primeira situação aconteceu na Rua Jorge Lell, 55 e a outra na Rua Deputado Mario de Barros, 915. A Defesa Civil municipal não registrou nenhuma ocorrência de destelhamento. Também não houve registro de feridos, desabrigados ou desalojados.

A forte instabilidade no céu da capital continua bastante elevada, de acordo com informações do Instituto Tecnológico Simepar. As chuvas vieram moderadas, com acúmulo de aproximadamente 27 mm, e raios e trovoadas.

LEIA TAMBÉMSanepar suspende fornecimento em bairros de Curitiba e região após suspeita de contaminação

A Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil de Curitiba, junto com as subsecretarias regionais, estão em constante monitoramento para atender os moradores que precisam de apoio por causa da chuva forte.

A ajuda pode ser solicitada pelos telefones 199 (Defesa Civil – alagamentos), 153 (Guarda Municipal – fornecimento de lona), 156 (Central de Atendimento ao Cidadão da Prefeitura – quedas de árvore) e 193 (Corpo de Bombeiros – resgate).

Chuva atinge média mensal

Em Curitiba, de acordo com o Simepar, as chuvas acumuladas desde o início do mês já atingiram a média para dezembro. Aproximadamente 120 mm de chuva são esperados para o mês de dezembro e até às 17 horas desta terça-feira (15), já choveu o equivalente a 125,5 mm.

A marca é um alívio para o município e região metropolitana, que durante esse ano vem sofrendo com a falta de chuvas. A forte estiagem que atinge não só a região de Curitiba como todo o Paraná é a pior já registrada nos últimos anos.