O governador do Paraná, Ratinho Jr, anunciou na manhã desta terça-feira (6) que os Aeroportos Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, e de Foz do Iguaçu, na região Oeste do estado, irão receber voos sem escala, diretamente dos Estados Unidos e Europa. Os dois pontos terão novas pistas que irão proporcionar segurança para grandes aeronaves. A de Foz do Iguaçu será inaugurada nesta quarta-feira (07).

A divulgação da informação dos aeroportos ocorreu no Palácio Iguaçu, sede do governo estadual. Além de relatar apoio ao turismo, Ratinho Jr. divulgou planos de auxílio emergencial para pequenas e microempresas. Quatro aeroportos do Paraná serão cedidos à iniciativa privada e poderão ser leiloados pela Bolsa de Valores de São Paulo para futuros investimentos.

“Vou nesta quarta-feira (7) para a Bolsa de Valores para colocar os aeroportos do Bacacheri (Curitiba), Afonso Pena, o de Londrina e de Foz do Iguaçu para a iniciativa privada. No caso do Afonso Pena, em São José dos Pinhais, colocamos no projeto a construção da terceira pista de três mil metros de comprimento, permitindo que aviões de grande porte decolem sem restrições para destinos como os Estados Unidos e Europa”, disse Ratinho Jr.

Foz do Iguaçu

A Aeroporto de Foz do Iguaçu/Cataratas irá ter a maior pista do Sul do Brasil, antes da construção do piso no Afonso Pena. Nesta quarta-feira, o governador do estado vai estar presente na inauguração da pista em Foz que terá 2.858 metros, 664 metros a mais que a atual. A ampliação garante maior segurança para viagens intercontinentais, o que permite autonomia de voos para locais como Miami, Nova York, Lisboa e Madri. A obra é parte do projeto de transformar o Paraná no hub de distribuição da América do Sul.

“Foz do Iguaçu é o segundo destino de estrangeiros e só perde para o Rio de Janeiro. Com esta pista, vamos dar uma nova roupagem para o turismo e serviços, e em breve vamos passar o Rio com voos diretos para os Estados Unidos e Europa. É uma grande notícia para a infraestrutura do Paraná, pois teremos os melhores aeroportos do Brasil regionalmente falando. Teremos o maior circuito aeroviário do país”, completou o governador do Paraná.