Dois catarinenses integrantes da “gangue do maçarico” foram presos no momento em que cortavam dois caixas eletrônicos do Banco do Brasil, em Pinhais. Edimar Vicente Heleodoro, 26 anos, e Marcelo Dubay, o “Polaco”, 26, tido como líder do bando, foram presos por policiais civis do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), na madrugada de sábado (05), e só foram apresentados ontem pela polícia.

Segundo o delegado-adjunto do Cope, Leonardo Carneiro, foram apreendidos um maçarico, dois celulares e uma Parati. “Recebemos informações que um crime poderia ocorrer no local naquela noite e fomos verificar. Quando chegamos, eles já haviam cortado um dos caixas”, contou o delegado.

Cobertura

Carneiro acredita que um terceiro rapaz dava cobertura em outro carro e conseguiu fugir. “Eles costumam vir do estado vizinho para praticar o crime e voltam em seguida. Em 90% dos crimes ligados a furtos de caixas eletrônicos acontece isso”, disse.

Edimar e Marcelo foram autuados por furto qualificado. O primeiro já tinha antecedentes criminais por receptação e Marcelo por porte ilegal de arma de fogo. “Verificamos que, somente este ano, Marcelo já havia participado de quatro furtos a caixas eletrônicos. Às vezes, temos dificuldade de comprovar a materialidade do crime porque os objetos que eles usam, o maçarico, por exemplo, também é usado em atividades lícitas”, explica o delegado.