O prefeito de Rafael Greca teve um dia de atendente da Central 156 nesta quinta-feira (18) e passou cerca de 40 minutos recebendo ligações da população do município. A mensagem dita por ele, “Bom dia. Aqui é o prefeito Rafael Greca. Hoje eu estou trabalhando aqui no 156. Em que posso te ajudar?”, até parecia pegadinha, mas seis pessoas foram atendidas por ele mesmo no período em que o prefeito esteve dando expediente na central, que é o canal oficial para contato da população com a Prefeitura de Curitiba para solicitar serviços e enviar críticas, reclamações e sugestões para a administração municipal.

Segundo informações da Prefeitura, das seis ligações atendidas por Greca, duas foram sobre cartão transporte; uma foi um pedido para arrumar iluminação em um poste; uma de reclamação de tapa-buraco; uma para resgate social; e uma com pedido de informação sobre o número de telefone do INSS.

A ação inusitada teve como objetivo chamar a atenção da população e reforçar a importância do uso desse canal para contato com a Prefeitura. “O olho do povo é muito bom para averiguarmos os serviços prestados”, disse Greca. O prefeito ainda garantiu que deve introduzir essa função na sua rotina de trabalho, como uma forma de colher diretamente as demandas e a avaliação dos moradores, além de estimular mais o uso do serviço.

Números da central

Em abril, a Central 156 realizou 89.187 atendimentos.

Há dois tipos: pedidos de informação e solicitações de serviços. O primeiro normalmente é respondido diretamente pelos atendentes (como foi o caso de Greca ao informar o telefone do INSS).

Já as solicitações de serviços – como recolhimento de entulho, denúncias, tapa-buraco etc – são encaminhadas para as secretarias e órgãos responsáveis. Esse foram os casos dos pedidos sobre iluminação e de resgate social que o prefeito atendeu.

A estrutura da Prefeitura conta com cerca de 850 Responsáveis pelo Serviço no Órgão (RSOs). São eles que recebem as informações do 156, encaminham os serviços na estrutura do departamento e dão resposta sobre o que foi ou não realizado.

Essa sistemática permite que o município saiba quais são as maiores demandas da população e em que região elas ocorrem.

O número de pessoas que trabalham no atendimento direto à população é de 86. Elas se revezam em turnos de manhã, tarde e noite (incluindo a madrugada).

Serviço:

A central 156 atende pelo telefone 156 e pelo site www.central156.org.br, 24 horas, sete dias por semana.