Ao lado da primeira dama, Margarita Sansone, e visivelmente emocionado, o prefeito Rafael Greca foi empossado para seu novo mandato como prefeito de Curitiba, de 2021 a 2024. A cerimônia aconteceu logo após a posse dos vereadores da Câmara Municipal, que contou com a presença de Indiara Barbosa (Novo), Tito Zeglin (PDT) e Carol Dartora (PT). Os demais vereadores participaram da cerimônia de forma virtual.

Greca vai administrar Curitiba pela terceira vez. O atual prefeito já geriu a capital paranaense de 1993 a 1996 e neste último ciclo que passou, de 2017 a 2020. Reeleito, Greca prometeu vacina para os moradores da cidade em seu discurso de posse. “Não pouparei esforços até o momento em que por primeiro todos os profissionais de saúde, depois todos os que prestam serviço público ao povo, e sucessivamente, todo e cada um dos curitibanos, até chegarmos aos curitibinhas, possamos ser imunizados”, disse o prefeito.

LEIA TAMBÉM 18 novos vereadores e 20 reeleitos tomam posse na Câmara Municipal de Curitiba

Greca também listou o que planeja entregar neste novo mandato. “Vem aí o Bairro Novo da Caximba, para apoio dos vulneráveis, com dinheiro em caixa da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD). Foi aprovado, ontem, o Bairro Novo da Vila Divino, à beira do rio Atuba, no norte da cidade. Vem aí o BRT do Inter 2, em 38 bairros, para ser um novo modal de transporte. Vem aí todas as transposições da Linha Verde e um ambicioso plano de iluminação pública, para estender a todos os bairros da cidade a luz [tipo] LED”, exemplificou.

Pela primeira vez na história da cidade, a posse foi realizada, por medidas sanitárias, com controle de público e transmissão pela internet, via videoconferência.