A empresa 99 resolveu se antecipar a um movimento que pretende aumentar a segurança de passageiros e motoristas de aplicativos e anunciou a instalação de câmeras de segurança em todos os automóveis. Os equipamentos começam a funcionar nos próximos meses em São Paulo e Curitiba deve ser a próxima cidade a receber a tecnologia. A câmara será diretamente conectada à Central de Segurança da empresa.

O dispositivo garantirá acesso às imagens em tempo real e a 99 pretende no futuro incluir lentes com visão noturna e “olho de peixe” (ou seja, um ângulo mais amplo para captação abrangente do que acontece no carro). A empresa estuda a possibilidade de subsidiar o aparelho para facilitar a vida dos motoristas.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

O objetivo é que o monitoramento iniba eventuais incidentes. Segundo a assessoria de imprensa da empresa, a tecnologia vai operar aliada à inteligência artificial da 99, que monitora o perfil de todas as chamadas. Assim, o aplicativo pode identificar situações de risco e tomar as medidas cabíveis, acompanhando o que acontece no veículo. O material também poderá ser usado para ajudar na identificação pessoas que cometerem infrações.

A empresa 99 se apresenta como a mais preocupada com a segurança de seus motoristas parceiros e passageiros. Segundo ela, o assunto é “prioridade máxima do aplicativo”. Para garantir que o serviço seja seguro, a 99 montou uma equipe especialmente dedicada a isso que conta até com ex-militares.

Lei municipal

Está em tramitação na Câmara Municipal de Curitiba um projeto de lei que prevê a instalação de câmeras de monitoramento em tempo real e botão de pânico em todos os veículos cadastrados no serviço de transporte de passageiros por aplicativo. A medida, que será analisada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) englobaria carros de compartilhamento individual, regulamentado pelo decreto municipal 1.302/2017.

Álvaro Dias chama Bolsonaro de “bandido quase morto” em conversa com eleitor. Veja!