Foi encontrado morto, na tarde deste domingo (11), o homem que trabalhava como motorista de aplicativos de carona e estava desaparecido desde a noite de sábado (10). O corpo de Deinison Diego Hypolito, 25 anos, foi encontrado no Contorno Norte (PR-418), em Almirante Tamandaré, Região Metropolitana de Curitiba (RMC). Segundo a polícia, ele foi morto por estrangulamento.

Deinison teria entrado em luta corporal com suspeito do crime. Foto: Facebook.
Deinison teria entrado em luta corporal com suspeito do crime. Foto: Facebook.

A última corrida do rapaz foi por volta das 20h de sábado. Testemunhas viram que ele parou o veículo próximo a Rodovia dos Minérios e viram que aconteceu uma briga dentro do carro. O carro do motorista foi encontrado pela manhã, no mesmo ponto em que Deinison parou na noite anterior.

Aos policiais militares, um homem que viu o veículo parar contou que o motorista tinha sido agredido, mas o carro estava abandonado no local.

O corpo de Deinison foi encontrado às margens do Contorno Norte, a poucos quilômetros do ponto em que parou o carro. A perícia do Instituto de Criminalística deve ainda apontar qual foi a real causa da morte do motorista, mas ao que tudo indica a causa da morte teria sido asfixia, já que ele teria sofrido com uma gravata no pescoço que o fez parar de respirar.

As equipes da Polícia Militar (PM) coletaram todas as informações que conseguiram e o carro do motorista de aplicativo foi encaminhado ao pátio da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) no bairro Tranqueira, em Almirante Tamandaré. A Polícia Civil investiga o caso e trabalha com duas hipóteses, a primeira se Deinison foi vítima de uma emboscada de bandidos que queriam assalta-lo e a segunda se o crime teria outras motivações.