A Tribuna do Paraná perguntou e você respondeu: os mototáxis devem ser legalizados para o transporte pago de passageiros em Curitiba. Pelo menos essa é a opinião de 62% dos curitibanos que responderam à enquete da Tribuna no Instagram. Cerca de 900 seguidores participaram do questionário.

LEIA TAMBÉM:

>> Com a cesta básica nas alturas, quais os alimentos que mais pesam no seu orçamento? Vote na enquete!

>> Após ter áudios vazados, vereador Márcio Barros pede pra sair do Conselho de Ética da Câmara de Curitiba

>> É o fim? Estações-tubo devem ou não ser remodeladas em Curitiba? Vote na enquete!

O assunto voltou à tona na capital paranaense após o vereador Zezinho Sabará (União) colocar em pauta, na Câmara Municipal de Curitiba, um projeto de lei que altera a lei municipal 13.957/2012, que estabelece as regras gerais para o transporte individual de pessoas nos táxis.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Tribuna do Paraná (@tribunapr)

A proposta pede a revogação da norma em vigor, que atualmente proíbe a circulação de mototáxis na cidade. Em caso de aprovação do projeto, o autor sugere uma regulamentação para o novo serviço – que deverá ser executado sob regime de permissão e respectiva licença do município. Para exercer a função, os mototaxistas curitibanos precisarão de um termo de autorização emitido pela URBS e de um alvará de licença expedido pela Prefeitura de Curitiba.

VEJA TAMBÉM – De olho em uma moto elétrica? Conheça regras, infrações e classificação de ciclomotores e bicicletas

Polêmica dos mototáxis em Curitiba

Em outubro do ano passado, o aplicativo de transporte Uber tentou lançar o “Uber moto”, mas foi barrado pela Prefeitura de Curitiba. Em Colombo, município da Região Metropolitana, o vereador Fabinho Bugalski (PSD) apresentou nesta semana a proposta de criação de mototáxis na cidade. A sugestão veio logo após a alta no preço dos combustíveis que atualmente chega próximo à casa dos R$ 8.

Como funcionará o serviço se aprovado?

Os clientes poderão acionar o serviço via atendimento telefônico, aplicativos ou diretamente nos pontos de estacionamento destinados aos mototáxis. A regulamentação do serviço será de responsabilidade do Poder Executivo e deverá ser feita 30 dias após a sanção da norma.

Pantanal

Zuleica está preocupada com Marcelo

Instagramáveis

Saiba onde encontrar as lindas cerejeiras em Curitiba

Novidades da Netflix

Volume 2 de Stranger Things 4 e mais séries e filmes chegam nesta semana

Além da Ilusão

Joaquim termina seu noivado com Isadora