Mania entre crianças e adultos, o álbum de figurinhas da Copa do Mundo ganhou uma versão diferente em Curitiba. Na Unidade de Educação Integral (UEI) Santa Ana Mestra, no Campo de Santana, os próprios alunos, professores e funcionários da instituição se tornaram as estrelas de oito álbuns personalizados, com fotos deles no lugar dos craques do Mundial nas figurinhas.

O álbum da unidade reúne 174 figurinhas diferentes, impressas em papel fotográfico adesivo, sendo 155 com fotos de estudantes e dezenove de professores e funcionários. De acordo com a equipe pedagógica da escola, o objetivo da atividade é estimular a prática da leitura e a habilidade na resolução de problemas, por meio do desafio de completar a publicação e ganhar uma foto da turma.

A ideia ganhou forma nas mãos da professora da prática do movimento Luciane Ribeiro da Rosa. Ela afirma que foi difícil, mas o trabalho valeu a pena. “As crianças estão empolgadas e o trabalho já demonstra excelentes resultados. Eles interagem em grupo, valorizam os colegas e a equipe da unidade”, disse Luciane.

Foram impressos oito álbuns, um por turma, e cerca de 1,5 mil figurinhas. Diariamente, as crianças recebem cinco pacotes de figurinhas para fazer a troca das repetidas entre as turmas. “O projeto estimula muitas habilidades cognitivas e emocionais, trabalhando com a sequência ‘começo, meio e fim’, que têm obstáculos geradores de frustrações e que precisam ser ultrapassadas”, explica a articuladora pedagógica da UEI, Rita de Cássia de Carvalho Pereira.

Conteúdos curriculares também fazem parte da iniciativa e auxiliam os estudantes nas questões de leitura, operações matemáticas, raciocínio, estratégia, cooperação e interação. “É legal que assim você conversa com os colegas das outras turmas, aprende mais com a troca das figurinhas e se sente um atleta importante”, afirma Maria Isabel Bispo, 9 anos.

Sarampo e outras doenças voltam a preocupar órgãos de saúde no Brasil